O trabalho e a superação de Jaime
27/06/2024 15:09 em Atletas

Jaime, natural de Jaraguá do Sul, é um goleiro de 29 anos que passou por altos e baixos ao longo de sua carreira. Sua trajetória é marcada por resiliência e dedicação, características que o levaram a viver um grande momento no futsal. Vamos conhecer um pouco mais sobre essa história inspiradora.

 

Início da carreira e primeiros desafios

Jaime começou sua carreira nas categorias de base do Jaraguá Futsal, onde jogou de 2011 a 2013. Em 2014, teve uma breve passagem por Itaipulândia, mas retornou a Jaraguá em 2015. Em 2016 transferiu-se para o Irati-PR.

2017 foi um ano especialmente desafiador para Jaime. Sem receber propostas de equipes para iniciar a temporada, ele começou a trabalhar na WEG, em Jaraguá do Sul, para ajudar nas despesas da casa. Trabalhava no primeiro turno, das 04:00 horas da manhã às 14:00. Mas seguia com seu sonho e treinava à tarde, mantendo viva a esperança de continuar sua carreira como goleiro.

O recomeço de Jaime foi marcado na metade de 2017, quando recebeu uma proposta do São Francisco do Sul. Mesmo continuando a trabalhar na WEG, ele aceitou o desafio, conciliando os treinos noturnos com o trabalho diurno.

“Eu chegava dos treinos meia noite e acordava às 03:30 para ir trabalhar.”

 Em 2018, foi para o São José dos Pinhais, uma equipe que estava estreando na Série Ouro do Campeonato Paranaense. A proposta financeira não era das melhores, mas Jaime aceitou pelo sonho de continuar jogando.

 

Evolução na Carreira

Após atuar em 2018 no São José, em 2019 jogou no Palmas, mas foi em 2020 que Jaime teve seu primeiro grande momento de redenção, ao ser campeão da Copa do Brasil com o Dois Vizinhos. Esse título gerou reconhecimento e abriu portas para o jogador, que é um dos ídolos da história do clube. Em 2022, ele foi contratado pelo Joinville, um dos maiores clubes do país. Jaime aceitou a proposta, quando teve oportunidades se destacou e conquistou seu espaço. Foi um dos destaques da Taça Brasil 22, contribuindo muito para o título do coelho

O goleiro que em 5 anos saiu do chão de uma fábrica para o topo do Brasil.

 

A experiência internacional

Em 2023, após perder espaço no Joinville, Jaime recebeu uma proposta internacional, do Semey FC, do Cazaquistão, por indicação do técnico Davi Mendonça. O Semey FC estava em sua primeira temporada de existência, e Jaime, embora inseguro sobre o desafio, aceitou colaborar com o projeto. A decisão se mostrou acertada, pois o time se sagrou campeão cazaque, quebrando uma hegemonia de 20 anos do Kairat, a maior do futsal mundial.

Jaime é um exemplo de superação e dedicação. Sua história inspira não só jovens atletas, mas todos aqueles que enfrentam desafios na busca por seus sonhos. Sua trajetória é uma prova de que, com perseverança e trabalho duro, é possível alcançar grandes conquistas.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!